servicios y casinos -O Restaurante do Povo Herbert de Souza, na Central do Brasil, no centro doRio de Janeiro, foi reaber

Restaurante Poservicios y casinos -pular Central do Brasil Rio

O Restaurante do Povo Herbert de Souza,servicios y casinos - na Central do Brasil, no centro do Rio de Janeiro, foi reaberto na última terça-feira (15) após cinco anos. Fechado desde 2018, o local passou por diversas reformas paralisadas. O novo refeitório fica entre a estação de VLT e o Terminal Américo Fontenelle. A unidade é o maior equipamento modular do gênero na América Latina. 

Continua após a publicidade

Com capacidade inicial para receber até 600 pessoas ao mesmo tempo e servir diariamente 3 mil almoços, o valor a ser cobrado é R$ 1 por refeição. Pessoas com deficiência e idosos a partir de 60 anos não pagam. O restaurante irá funcionar de segunda a sexta-feira, das 11h às 15h.

A expectativa do Governo do Estado é aumentar a oferta de refeições para 5 mil almoços por dia. Com investimento de R$ 9 milhões, o Estado e o Sesc RJ assinaram um termo de cessão de uso do local com duração de um ano, que poderá ser renovado. Nesse período, o Sesc RJ prestará o serviço de preparo e fornecimento das refeições. 

Leia mais: Comissão de Orçamento emite parecer para rejeitar contas do ex-prefeito Marcelo Crivella

O governador Cláudio Castro (PL) disse que a inauguração impacta diretamente na vida do trabalhador e nas pessoas em situação de rua no centro da cidade. O restaurante é administrado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

:: Fome no Brasil atinge mais as famílias de mulheres negras, aponta estudo ::

O restaurante popular ainda conta com uma área exclusiva para pets. Pessoas em situação de rua que estiverem acompanhadas de seus amigos de quatro patas podem deixá-los na entrada do restaurante em uma área com casinhas para cachorros, água e ração, enquanto se alimentam.

Segundo o Estado, serão entregues ainda esse ano, as unidades de Nova Iguaçu e Queimados, na Baixada Fluminense, Barra Mansa, no Sul do estado, e Madureira, na capital. O Restaurante do Méier também já entrou na fase de obras e será entregue até o início do próximo ano.

::&39;Não tem como democratizar a alimentação saudável, sem reforma agrária&39;, afirma Bela Gil::

Fonte: BdF Rio de Janeiro

Edição: Clívia Mesquita


Relacionadas

  • Léa Garcia morre aos 90 anos horas antes de receber homenagem no Festival de Gramado

  • Alerj cria comissão parlamentar para incentivar reativação da malha ferroviária de carga do RJ

  • Município do Rio lança programa Vacina na Escola

Outras notícias

  • Defensoria Pública cobra reajuste de valores para merenda escolar da rede estadual do Rio de Janeiro

  • Combate à fome: Lula sanciona PAA e cozinhas solidárias com orçamento de R$ 500 milhões

  • Fome: Indígenas, quilombolas e agricultores terão apoio emergencial no Rio Grande do Sul

BdF

  • Quem Somos

  • Parceiros

  • Publicidade

  • Contato

  • Newsletters

  • Política de Privacidade

Redes sociais:


Todos os conteúdos de produção exclusiva e de autoria editorial do Brasil de Fato podem ser reproduzidos, desde que não sejam alterados e que se deem os devidos créditos.

Visitantes, por favor deixem um comentário::

© 2024.sitemap